terça-feira, 14 de dezembro de 2010

desabafo.

A gente tenta, conversa, ajuda em conclusões, opções e até mostra, teoricamente, a realidade.

Da forma mais sensível possível e do jeito particular de ajudar, eu fiz. Eu tentei.
Sou fria? Ahhhh! Sou fria! Hmmm...
Se burrice matasse, acho que a morte já teria levado!
Preciso ser honesta. Dessa vez não sei o que houve, aonde foi o suposto erro. De outras vezes tive minhas teorias, todas as mentiras formadas e todos os motivos precisos. Mas, as do momento, não sei. Não mesmo. A única questão que me vem a mente é se signifiquei uma gota de sentimento ou se fui extremamente insignificante. Talvez servisse pra preencher vínculos sociais do meio. Maybe!
Ultimamente isso me traz desconforto. Por que comigo? Por que comigo? O que foi dito? O que "eu fiz" dessa vez?
Pra ser sincera, não sei se quero respostas. Prefiro ficar com a minha história, nela sei que posso confiar, pois foi feita por mim e mais ninguém. Sem necessidades de invenções e falas não ditas. Eu fico comigo.

É! Vai ver seja inocência.
Mas não acredito nisso.

3 comentários:

rívea duarte disse...

Flávia,

belo desabafo, às vezes faz-se necessário! estou aqui para retribuir a visita ao meu cantinho e adorei tudo por aqui! seja bem-vinda e volte quando quiser.

um beijo,
,)

p.s.: ahh, tenho quase certeza que é o moço do ônibus também - risos!

Dri disse...

"e pq não com voce?"
Sao os desafios e desvios da vida... e assim tentamos colocar um pouco de poesia e sorrir.

Te cuida.

Otimo dia, flor.

Beijo

Fernand's disse...

ehhh, mesmo que a gente esqueça, devemos estar em primeiro lugar para nós mesmos!



um lindo blog.
gostei.


bjs meus

 
template by suckmylolly.com